Biografia

Captura de Tela 2015-02-28 às 22.37.42Filho de uma professora se casou também com uma professora. Fez o curso técnico de Ciências Agrícolas, na /escola Agrotécnica de Belo Jardim e duas graduações: licenciatura em Ciências Biológicas e a outra foi uma licenciatura plena em Biologia, ambas pela Faintvisa. Iniciou a carreira profissional como professor de Práticas Agrícolas, no Estado. Foi também diretor da Escola Profissionalizante de Pacas, da Escola Cenecista Pedro Ribeiro e da Escola Estadual Professora Eudóxia de Alcântara Ferreira.

 

Em 1995, o professor assumiu o desafio de se tornar empresário, sem deixar o seu perfil de educador: fundou Colégio e Curso Projeção.

 

Apesar de sempre ter participado de atividade política, como nos movimentos e grêmios estudantis, em 1987, filia-se ao PDT e participa, desde então, de todas as campanhas do atual Prefeito de Vitória de Santo Antão, Elias Lira, onde exerceu importantes funções na administração pública municipal. Foi Presidente do Conselho de Defesa do Meio Ambiente do Município de Vitória de Santo Antão, Gestor do Centro Social Urbano no bairro de Redenção – Vitória, Secretário Municipal de Planejamento, de Saneamento e Meio Ambiente e de Administração.

 

Em 1992, 2004 e 2008 candidatou-se a Vereador de Vitória de Santo Antão. Foi eleito em 2012, pelo PMN para o seu primeiro mandato na Casa Diogo de Braga. Com 3.104 votos, foi o segundo mais votado da cidade e, logo que tomou posse foi escolhido, pelos vereadores, para representa-los, como Presidente da Câmara.

 

Entre os projetos de lei criados pelo Professor Edmo Neves destaca-se o que criou o Visalegis, que disponibiliza toda a lei do município para os moradores terem acesso via internet. Tem ainda a que obriga os bancos instalados em Vitória a disponibilizar cadeiras de rodas para idosos e pessoas com limitação de locomoção. Por meio de requerimentos pediu que a prefeitura instalasse Postos Médicos no Engenho Pitú, nos loteamento Militina, Bela Vista 2, Real, Luiz Gonzaga e em Natuba.

 

Promoveu ainda debates importantes entre representantes de instituições públicas e a sociedade com Audiências Públicas sobre a distribuição de Água, os direitos da mulher, o carnaval, a zona azul, e a interdição do matadouro público municipal.