“Essa regulamentação precisa ser feita” – afirmou o Professor Edmo na discussão sobre o Projeto das Cinquentinhas

Notícias Comentários

DSC_0727

O Professor Edmo Neves (PMN) votou a favor do Projeto de Lei que pretendia regulamentar o uso das motocicletas conhecidas como “cinquentinhas” em Vitória de Santo Antão. Como a votação se deu de forma nominal, o vereador pôde expor sua justificativa a favor da proposição:

“Essa regulamentação precisa ser feita. Esse meio de transporte precisa passar por fiscalização e sair da ‘clandestinidade’. Crianças, muitas vezes imaturas e ainda sem responsabilidadeestão se acidentando e causando acidentes. Todos os dias tomamos conhecimento de pessoas feridas. Sem falar que, com a moto sem placa, fica mais difícil a identificação e os bandidos sabem disso e estão usando para o transporte de drogas e para cometer outros crimes sem ter a placa para identificar”, justificou Professor Edmo.

Ao final do seu voto, o vereador foi bastante aplaudido pelas pessoas na galeria do Plenário Juarez Cândido Carneiro. O projeto foi de autoria do vereador Geraldo Filho e nele constava uma isenção de taxa de matrícula da moto para as pessoas que têm renda até dois salários mínimos, outra razão pela qual o Professor votou a favor. “Essa é uma boa saída para as pessoas que poderiam eventualmente saírem prejudicadas por não pudessem arcar com um gasto a mais no orçamento”.

Por não serem emplacadas, não existe um dado que confirme a quantidade de Cinquetinhas que circulam em Pernambuco, mas de acordo com dados da Abraciclo, indicam que neste ano, até abril, 9.801 motos deste tipo foram fabricadas no Polo Industrial de Manaus e outras 58.476 foram importadas.

O projeto foi rejeitado por 4 dos vereadores presentes, 3 – incluindo o Professor Edmo – votaram a favor e um vereador se absteve de votar. O Presidente da Câmara disse, ao final, que o assunto não voltará a pauta da Casa Diogo de Braga em 2015.