Nota sobre paralisação dos Professores Estaduais

Notícias Comentários

sintepe

Como Professor, me solidarizo com os colegas da rede pública estadual que decretaram estado de Greve e paralisaram as atividades nesta quarta (08/04) e quinta-feira (09/04). O movimento acontece porque a categoria não concorda com o projeto de lei que corrige o piso salarial do magistério, aprovado pela Assembleia Legislativa de Pernambuco no último 31 de março.
De acordo com o projeto, o reajuste de 13,01% é apenas para os professores que estudaram até o nível médio – conhecido como o curso magistério. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco – o Sintepe -, a paralisação é para pressionar o governo e o aumento salarial seja para todos os professores.

É inadmissível que o Governo do Estado de Pernambuco tome uma atitude diferente do que vem fazendo desde 2011 e com o que está escrito no Plano de Cargos e Carreiras em vigor da nossa categoria, dando o aumento de salário apenas para os professores de nível médio.

Não pode-se deixar de fora desse aumento os professores com nível superior completo, que tanto batalharam para conseguir concluir uma faculdade e apresentar um ensino com qualidade para milhares de pernambucanos e pernambucanas.

Vale lembram que foi promessa de campanha do Governado Paulo Câmara, dobrar o salário dos professores – ou seja aumentar em 100% – durante seus quatro anos de gestão, mas ao apresentar um aumento de apenas 13,01% para só uma parte dos docentes, já sinaliza que não conseguirá cumprir com o prometido.

CRÉDITO DA FOTO: SINTEPE